Como começar? Ligue para nós

(011) 5084-2588

WhatsApp (011) 98111-3455

Preservação de fertilidade TRH (Terapia de Reposição Hormonal)

Aqueles que querem preservar suas opções de fertilidade para o futuro podem coletar suas amostras e armazená-las criopreservadas até que estejam prontos para construir sua família.

Os hormônios exógenos usados ​​na terapia de reposição hormonal (TRH) para a afirmação de gênero e a transição cirúrgica através da gonadectomia (remoção dos testículos) afetam a fertilidade de um indivíduo. Estrogênio, progesterona, finasterida e outros antiandrógenos usados no gênero, que afirmam a TRH, podem alterar permanentemente a capacidade do corpo de produzir sêmen. É ideal coletar amostras do sêmen antes do início do uso de hormônios exógenos. Se um indivíduo começou a tomar hormônios, pode ser possível recuperar o sêmen saudável após a descontinuação dos hormônios. Verificou-se que a fertilidade de alguns indivíduos é restaurada de 3 a 6 meses após a interrupção da terapia hormonal; outros indivíduos não foram capazes de recuperar sua fertilidade, independentemente do período de tempo após parar de tomar os hormônios.

Pessoas trans devem ser aconselhadas sobre as opções para a preservação da fertilidade. Criopreservação e armazenamento de sêmen antes do início da supressão puberal e tratamento com hormônios afirmativos de gênero são recomendados. Não é possível para os indivíduos pré-púberes depositarem suas amostras no Cryobank. Se o seu filho teve a puberdade suprimida usando análogos do hormônio liberador de gonadotropina (GnRH), deve ser possível que ele retome a puberdade após a interrupção do tratamento, o que permitiria que ele produzisse uma amostra para a criopreservação. A maioria dos indivíduos submetidos à supressão puberal pulará o processo da puberdade e iniciará a afirmação de gênero, o que os deixariam impossibilitados de produzir sêmen para criopreservação.

As decisões tomadas em relação à preservação da fertilidade e à interrupção ou demora em relação à TRH devem ser precedidas por uma discussão com um conselheiro.

Para armazenar uma amostra no Fairfax Cryobank, deve-se coletar uma amostra por meio da masturbação. Se um indivíduo é incapaz de produzi-la, ele pode consultar um especialista sobre a remoção do sêmen diretamente dos testículos. O sêmen testicular não pode ser usado em inseminação, mas pode fertilizar com sucesso um óvulo por meio de fertilização in vitro (FIV) ou injeção intracitoplasmática de sêmen (ICSI). O sêmen criopreservado pelo Fairfax Cryobank pode ser usado em inseminações intra-uterinas (IUI), inseminação intracervical (ICI), FIV ou ICSI.